Skip to content

Treme, OnePlus. Xiaomi está trabalhando em um smartphone com tela de 120 Hz

Até recentemente, com telas operando em frequência superior a 60 Hz, era um pouco como o Yeti. Alguém lá uma vez declarou que os viu ao vivo, mas quando se tratava de detalhes, os debatedores de repente desmoronaram. Até que de repente o OnePlus veio e conquistou uma grande fatia do mercado para si. E esse jogo aparentemente não agradou a Xiaomi, que já está trabalhando em como vencer o concorrente.

Se você ainda está se perguntando sobre este Yeti, deve-se acrescentar que, de fato, alguns de vocês podem tê-lo visto. Além disso, ela podia até ver as fotos dele no Tabletowo. Estou falando, claro Telefone Razer 2, que oferece impressionantes 120 Hz, mas, convenhamos, na Polônia é um telefone de nicho. Não é encontrado com muita frequência nas mãos de muitos usuários. Ainda há Asus Rog Phone 2cuja resenha você poderá ler em breve no Tabletowo e cuja estreia na Polônia deve acontecer muito em breve – ainda estamos aguardando detalhes.

Surpresa: a Asus revelou hoje o ROG Phone II

A OnePlus abordou o assunto de forma um pouco mais abrangente, o que cria aparelhos voltados para um público um pouco mais amplo. E sim, os smartphones desta empresa deste ano são tentadores com telas feitas em tecnologia de 90 Hz – incluindo o mais recente OnePlus 7T Prona estreia da qual Kasia foi uma das poucas pessoas da Polónia 😉

O boato sobre a tela de 120 Hz no telefone da Xiaomi tem origem em … software. A empresa está atualmente testando o MIUI 11 e foi aí que foram encontradas as pistas que sugerem claramente que o fabricante, popular na Polônia, decidirá fazer tal movimento. A nova opção oferece uma escolha entre a taxa de atualização “padrão” de 60 Hz e 120 Hz, que deve ser suportada por alguns dos telefones do fabricante que veremos em um futuro próximo. OnePlus usa uma solução semelhante em seu software, dando ao usuário uma escolha entre taxa de atualização de 90 Hz e 60 Hz.

De momento, não se sabe se a Xiaomi pretende limitar-se apenas a aumentar a frequência do ecrã ou se os planos são um pouco mais complexos e pressupõem – por exemplo – a mudança para a tecnologia OLED. Também não sabemos qual será o nome do primeiro aparelho da fabricante com essa tecnologia e quando ele poderá aparecer no mercado. Sabemos, no entanto, que o MIUI 11 deve aparecer oficialmente em 16 de outubro. Isso nos permite presumir que não esperaremos muito pela confirmação oficial desse boato.

OnePlus 7 Pro após um mês de uso – alguma coisa mudou?

fonte: Desenvolvedores XDA

na foto principal: Xiaomi Mi A3

Ver agora:  O novo e completamente diferente Honor 20S estreou na Europa