Skip to content

O primeiro laptop Xiaomi com processador AMD Ryzen será apresentado em alguns dias

Não é novidade que a Xiaomi constrói e vende laptops. Algum tempo atrás, até suas versões de jogos foram tiradas. Desta vez, porém, o notebook da Redmi pela primeira vez terá um processador da AMD, não da Intel.

A Xiaomi já tem uma gama realmente ampla quando se trata de laptops. A empresa começou com a estreia do Mi Notebook Air, depois foi o Mi Notebook Pro e depois foi ladeira abaixo. O Mi Gaming Laptop recebeu recentemente sua versão deste ano. Como a oferta da Xiaomi começou a encher várias prateleiras, foi decidido que a Redmi também venderia seus próprios laptops. Foi assim que conhecemos o RedmiBook 14 e, alguns meses depois – o RedmiBook 14 Pro. Todos os notebooks acima podem ser colocados em uma bolsa rotulada como “processadores Intel”. Agora, porém, vem um certo frescor.

RedmiBook com AMD Ryzen

O vice-presidente da Xiaomi, Lu Weibing, anunciou que em breve veremos um laptop Redmi com um processador AMD Ryzen. Ele apenas revelou a data do evento onde acontecerá essa estreia – 21 de outubro. Portanto, temos quase uma semana para reunir rumores sobre o que exatamente será esse notebook. Lu Weibing fez uma afirmação bastante ousada de que este equipamento causará um rebuliço no mercado devido ao seu alto custo-benefício. Como será – veremos.

redmibook 14 2019

Pelos vazamentos, pode-se supor que o processador que será instalado no novo RedmiBook será Ryzen 5 3550H. É um sistema quad-core de oito threads com uma frequência de clock base de 2,1 GHz, que pode ser temporariamente aumentada para 3,7 GHz. O chip é fabricado no processo de 12 nm e TDP 35W. Em termos de gráficos, o próximo hardware da Xiaomi está prestes a ficar Radeon Vega 8também desenvolvido pela AMD.

Ver agora:  O processador Apple M2 irá para os coloridos MacBook Airs. Quando?

redmibook 14 2019 amd ryzen

Esta pode ser uma estreia interessante. Se o RedmiBook for realmente relativamente barato, pode se tornar um sucesso maior do que os Pro Notebooks, “fingindo” ser os MacBooks da Apple.

fonte: moela

na foto principal: RedmiBook 14