Skip to content

Instalação experimental 5G T-Mobile em Cracóvia. Hardware Nokia foi usado, não Huawei

A T-Mobile está testando as possibilidades da rede 5G e não hesita em elogiar as novas conquistas. Um deles é o lançamento de uma nova rede experimental na sede de inovação em Cracóvia hub: raum.

A primeira instalação 5G interna da T-Mobile começou em Cracóvia. Na sede da incubadora de inovação, dois microtransmissores, construídos em cooperação com a Nokia. O núcleo da rede é baseado em soluções Cisco e Ericsson. O sinal estará disponível apenas dentro do prédio e as senhas de rede serão disponibilizadas apenas para parceiros de negócios da T-Mobile e empresas que operam no centro de inovação hub: raum.

A rede deve ajudar a desenvolver tecnologias de Edge Computing, que consistem em utilizar suas capacidades de transmissão de dados para processá-los na borda da rede. Isso abre o acesso a um poder computacional gigantesco com atrasos mínimos para empresas que usam esses recursos. Isso, por sua vez, permitirá o desenvolvimento de dispositivos que poderão aproveitar o potencial da rede 5G.

Presidente do Conselho de Administração da T-Mobile Polska, Andreas Maierhofer, disse:

“Um dos maiores benefícios do acesso antecipado à infraestrutura 5G é a capacidade de desenvolver inovações e soluções práticas em sua base que podem ser disponibilizadas ao mercado no momento do lançamento das redes comerciais, dando assim aos nossos parceiros uma vantagem competitiva significativa .”

hubraum KRK 7
Hub: incubadora raum de novas tecnologias em Cracóvia

Implementação do 5G na Polônia já no próximo ano

Marcin Cichy, presidente do Escritório de Comunicações Eletrônicas, elogiou os testes realizados pela T-Mobile e Nokia e compartilhou uma observação interessante:

“O próximo ano será crucial. Estamos aguardando um leilão e implantação comercial da rede de quinta geração. Este é um grande desafio tanto para os operadores quanto para os fornecedores de equipamentos.”

As redes 5G são intensamente testadas por todas as operadoras de infraestrutura em nosso país. Os porta-vozes de imprensa da T-Mobile, Play e Orange já informaram sobre a instalação de seus transmissores e o lançamento de testes com alcance limitado. Curiosamente, os fornecedores dos equipamentos necessários para ativar os beacons temporários geralmente são Ericsson, Nokia e Cisco. Embora as operadoras não queiram discriminar a Huawei de forma alguma, pelo menos até então não informaram que nenhuma dessas instalações se baseia em soluções da gigante chinesa de telecomunicações.

Ver agora:  Play se orgulha de novas ofertas combinadas e a assinatura 5G mais barata do mercado

Recentemente, operadoras na Alemanha anunciaram abertamente que a Huawei participará da expansão da rede 5G, independentemente da frequência com que os Estados Unidos alertem sobre possíveis ameaças à segurança da empresa chinesa.

Alemanha não vê problema em confiar nas redes 5G construídas pela Huawei

fonte: comunicado de imprensa, T móvel